"Não ande atrás de mim, talvez eu não saiba liderar. Não ande na minha frente, talvez eu não queira seguí-lo. Ande ao meu lado, para podermos caminhar juntos."

1

Monogâmica? Eu?Eu diria mais que isso, satisfeita!

Refletindo sobre essa opção, sobre toda a carga que ela carrega, porque optamos por ela, é uma castração?

O controle social e religioso sempre a pregaram a fim de manipular nossas ideias e pensamentos, o que é uma hipocrisia, pois culturalmente quem deveria ser monogâmico é a mulher, já homem poderia se aventurar, testar sua febre, ou seja, ser homem, grande bosta! Os anos passaram e as mulheres por diversos fatores, se descobriu sexual, com desejo e aquele papai-mamãe semanal já não apagava a chama que ardia por dentro!

E aí companheiro?

Existe a possibilidade desse novo poliamor, que defende a possibilidade prática e sustentável de se estar envolvido de modo responsável em relações íntimas, profundas e eventualmente duradouras com vários parceiros ao mesmo tempo.

Respeito seu poliamor, mas para mim parece desequilibrada, algumas vezes tomada por um ciúme latente. Nas redes sociais muitos pregam, parece bonito, parecem felizes, mas acompanhando alguns perfis de perto percebe-se grande amargura e tristeza em seus comentários.

Não sou inocente, não acredito em conto de fadas, em felizes para sempre, não há pessoa alguma nesta terra que vá de encontro a todas as nossas expectativas e necessidades. Expectativas essas que trazem uma grande parte de preconceito e moralidades que não são as nossas, mas sim a de nossos pais, lideres religiosos ou políticos, expectativas da revista, da moda, da novela, do filme, do livro, mas não a realidade da descoberta diária, das falhas, dos defeitos, uma relação consiste em investir nas partes comuns e compreender as diferenças, ninguém perde, mas dois ganham.

No entanto quanto mais nos dedicamos à relação, a não deixar que se torne monótona, igual, desinteressante, quanto mais crescemos em intimidade, menor a probabilidade de interesses exteriores captarem a nossa atenção.

Monogamia é um compromisso. E vive-se na dança entre a curiosidade pelo novo, pelo desconhecido e o conforto e a realização da intimidade profunda conquistada.

2

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: