"Não ande atrás de mim, talvez eu não saiba liderar. Não ande na minha frente, talvez eu não queira seguí-lo. Ande ao meu lado, para podermos caminhar juntos."

A preocupação deste texto é pensar quais as conexões mais adequadas entre o campo das políticas públicas relativas a gênero e sexualidade e o campo dos pertencimentos religiosos. A diretriz mais forte é: as melhores conexões entre estes dois campos são aquelas que contribuem para criar, ampliar e manter espaços públicos inclusivos, democráticos e de livre expressão das diferenças. É pensando nas possibilidades de ampliação dos espaços públicos que podemos julgar a “produtividade”, a “pertinência” ou a “conveniência” de determinadas conexões entre religião e sexualidade, religião e raça, religião e gênero, etc. Ampliar o espaço público é permitir a livre manifestação da diversidade, não apenas da diversidade sexual e de gênero, mas da própria diversidade religiosa, e isso interessa a todos, crentes e não crentes.

O que o estado laico tem a ver com isso? É ele que melhor pode assegurar o respeito pela diferença de cada um (a diferença de gênero, a diferença religiosa, a diferença de raça, a diferença sexual, a diferença de geração, a diferença cultural, etc.). Chegamos então na operação matemática posta no título: quando subtrair é a melhor maneira de somar. Subtrair um crucifixo da parede de um tribunal de justiça, assegurando o caráter laico do estado, é somar na liberdade dos indivíduos em sociedade e na democracia, onde todos aprendem a conviver e podem manifestar sua diversidade. Somar um crucifixo na parede de um tribunal de justiça é subtrair a possibilidade de manifestação das diferenças, é colonizar o espaço público com um pertencimento específico, discriminando e gerando constrangimentos aos demais pertencimentos.

Todos nós somos diferentes, todos temos pertencimentos que em algum momento demarcam diferenças com os demais, e podem fazer com que nos sintamos ameaçados. A única saída que temos para viver em sociedade é criar e manter espaços de tolerância e respeito das diferenças. O espaço público é o mais amplo registro disso. E o estado laico é o grande promotor dos espaços públicos (escola pública, hospital público, praça pública, rua pública, canais de televisão e rádio públicos, previdência pública, etc.). Locais e instituições públicas são aqueles onde somos acolhidos a partir do princípio da dignidade inviolável da pessoa humana. Se eu estou doente, se necessito recorrer à justiça, se desejo estudar, eu vou a um hospital, a um tribunal ou a uma escola (todos públicos), e ali sou acolhido com igualdade de tratamento e respeito pela minha diferença, não importando minha orientação sexual, meu pertencimento religioso, minha identidade de gênero. Sou tratado com equidade. Quando quiser conviver exclusivamente com meus iguais, vou a um templo religioso específico, busco um ambiente doméstico, freqüento um espaço privado.

No sentido de tornar mais complexas as relações entre religião e políticas públicas de gênero e sexualidade, e contribuindo para lhes dar uma adequada arena de discussão, penso que os pertencimentos religiosos dos indivíduos são também questões da esfera pública, e não apenas do domínio privado. Em outras palavras, retiramos o tema religião do local onde o ditado popular sempre lhe coloca: “religião não se discute, é uma escolha pessoal”. Religião se discute sim, por ser um pertencimento cultural, com conseqüências políticas na vida em sociedade. Há uma “inevitabilidade” da religião como política, que se dá pelo fato de que muitas pessoas vão entrar na arena política, vão ingressar no espaço público, com sua identidade religiosa como elemento importante. Tentar barrar isto, alegando que religião é algo do âmbito individual, não produz resultados adequados nem contribui para o alargamento do campo democrático.

Mais vale discutir esses pertencimentos, indicando os limites que precisam ter, para não converter o espaço público em espaço apenas de uma religião. O espaço público é plural e diverso. Novamente aqui, o estado laico existe para moderar o “apetite” totalizante das religiões, que buscam muitas vezes regrar tudo e todos por sua norma específica. O regramento da religião vale, unicamente, para aqueles que aceitam, livremente, pertencer a elas. Obrigar outros a seguir estas regras é amesquinhar o espaço público. Novamente aqui, subtrair esta tendência totalizante das religiões no espaço público é somar na força da democracia, que vai servir inclusive para permitir que os crentes manifestem suas diferentes modalidades de crença sem estigma.

O pertencimento religioso não elimina a autonomia dos fiéis. Na análise e compreensão do fenômeno religioso no mundo contemporâneo, interessa destacar dois vetores: o pluralismo religioso, e a autonomia religiosa dos fiéis. Atitudes que em um tempo passado eram “mal vistas” hoje são comuns. Refiro-me em especial a duas delas. A primeira é o pertencimento a mais de uma religião, efetuando uma combinação particular de crenças. A segunda é a manifestação contrária do crente ao que diz o cânone de sua religião[2]. O pertencimento religioso de um indivíduo não implica adesão necessária ou completa as verdades daquela confissão. Ele segue sendo um indivíduo que poderá tomar atitudes diversas, tendo em vista o contexto, a argumentação apresentada, sua história de vida pessoal e familiar, fatores contingentes. Com isso valorizamos a existência do espaço público de discussão, no qual muitas proposições se colocam, e todas elas devem ser ponderadas na tomada de uma decisão.

O pluralismo religioso é marca da sociedade brasileira, com forte crescimento das igrejas evangélicas pentecostais, de várias denominações. Mas também dentro das igrejas aparece um pluralismo, com correntes carismáticas, renovadoras, de teologia da libertação, marianismo e outras, convivendo lado a lado na mesma estrutura. O indivíduo nasce em uma religião, mas já não pensa que é uma obrigação seguir esta orientação a vida toda. Em diferentes contextos da vida, o sujeito opta por seguir parcialmente as orientações de sua religião, por não seguir estas orientações, por seguir de modo mais estrito. Mudar de uma igreja a outra, ou seguir na vida pertencendo simultaneamente a mais de uma diretriz religiosa não é mais considerado algo a se envergonhar, nem é mais tomado como “falta de consciência”. Tudo isto nos fala de uma autonomia dos fieis frente à hierarquia, e indica também uma pluralidade de formas de compreensão e vivência da experiência religiosa.

Encerro o texto fazendo um “voto de fé” no horizonte normativo que acredito ser mais forte: o espaço público é o espaço de negociação das possibilidades e limites de exercício do poder, e ele se caracteriza pelo referencial das práticas democráticas e pelos esforços de inclusão de grupos e indivíduos nos benefícios sociais. Desta forma, a participação das igrejas (da fé organizada) nos debates políticos sobre sexualidade (direitos sexuais e reprodutivos, reconhecimento de uniões homossexuais, reconhecimento jurídico de adoções por casais homossexuais, acesso a união civil ou ao casamento por parceiros do mesmo sexo, e muitas outras questões) deve se pautar pelo respeito e alargamento do espaço público. Por um lado ninguém deve ser proibido ou constrangido de manifestar sua opinião apenas porque ela é baseada em valores religiosos, ela é uma opinião válida no debate político. Por outro lado, está vedado às instituições religiosas buscarem o estado para impor sobre toda a população a particularidade de suas crenças e valores. Mais do que deixar isto claro em leis e regulamentos (o que é obviamente necessário), o desejável é que todos os atores sociais reconheçam a importância de preservação do espaço público, como arena em que se busca a composição e a solidariedade entre diferentes pontos de vista, tarefa por vezes muito difícil, mas inerente à vida em sociedade.

Por Fernando Seffner

Anúncios

Comentários em: "Estado laico e ampliação dos espaços democráticos" (30)

  1. Thank you for taking this probability to talk about this, I feel highly about this we appreciate discovering this kind of topic. Whenever possible, as you gain facts, please enhance this weblog along with brand new details. I have found this extremely helpful.

  2. Hi — I must say, I’m pleased along with your web site. I had little difficulty navigating through each of the navigation bars and knowledge has been a breeze to reach. I found what I needed right away in any way. Fairly amazing. Might have fun here if you include community forums as well, it could be an excellent means for your clients to have interaction. Congrats!

  3. Generally I don’t submit on sites, but I would like to point out that this kind of publish really forced me personally to do so. Very nice submit!

  4. It is a fantastic website. Good refined graphical user interface and very educational posts. We are coming back in a very tad, just great weblog.

  5. Usually I can’t publish upon sites, even so would choose to declare that this particular publish actually pressured me personally to take action. Very nice post!

  6. Great publish ! Thanks for, submitting in my website guy! I’ll message a person a little while. I didnt appreciate in which.

  7. You actually make it seem really easy with your presentation but I find this topic to be really one thing

  8. This is a great website. Good polished interface and incredibly useful articles. We are ever coming back in a little bit, basically excellent website.

  9. This is the excellent internet site. Good refined gui and very informative articles. We are coming back in a little bit, was looking for fantastic blog.

  10. Thanks for investing in this chance to focus on this kind of, Personally i think strongly about this particular and I take pleasure in researching this kind of subject. If you can, when you obtain facts, you should increase this blog along with new info. My partner and i have realized it extremely useful.

  11. Someone necessarily lend a hand to make seriously articles I’d condition. That is the first-time I frequented your site page and thus much? We amazed using the research you’ve made to make this particular actual publish incredible. Superb process!

  12. ” This kind of person is a bit like the sheep at a zoo we all know it s there, we can see it, but we really don t care to interact with it.

  13. I just want to mention I am very new to blogging and truly savored you’re page. Very likely I’m going to bookmark your site . You actually have great well written articles. Kudos for revealing your blog.

  14. I simply want to tell you that I am all new to blogging and actually enjoyed you’re page. Most likely I’m going to bookmark your blog . You definitely come with excellent posts. Thank you for revealing your web page.

  15. I have to show my respect for your generosity in support of those individuals that need assistance with this one area. Your real dedication to passing the message all-around became incredibly informative and have consistently made associates much like me to attain their dreams. Your own insightful useful information denotes so much to me and even more to my mates. Best wishes; from all of us.

  16. I don’t even know how I ended up here, but I thought this post was good. I don’t know who you are but definitely you are going to a famous blogger if you are not already 😉 Cheers!

  17. Oh my goodness! an amazing article dude. Thank you Nevertheless I am experiencing problem with ur rss . Don’t know why Unable to subscribe to it. Is there anybody getting an identical rss problem? Anybody who is aware of kindly respond. Thnkx

  18. Wow! Thank you! I constantly wanted to write on my website something like that. Can I implement a fragment of your post to my site?

  19. Another fantastic post! Definitely can’t wait for more!

  20. Quite well written post. It will be valuable to anybody who employess it, as well as yours truly :). Sustain the good do the job – canr wait to read far more posts.

  21. You are a very clever person!

  22. That is the precise blog for anyone who wants to search out out about this topic. You understand a lot its almost hard to argue with you (not that I truly would need…HaHa). You undoubtedly put a brand new spin on a subject thats been written about for years. Great stuff, simply nice!

  23. The next time I learn a blog, I hope that it doesnt disappoint me as much as this one. I imply, I do know it was my option to learn, but I really thought youd have one thing interesting to say. All I hear is a bunch of whining about something that you possibly can fix in the event you werent too busy in search of attention.

  24. Fantastic work! This is the sort of information that should be shared around the web. Shame on the search engines for not positioning this post higher up!

  25. I don’t unremarkably comment but I gotta admit regards for the post on this perfect one : D.

  26. whoah this blog is great i love reading your articles. Keep up the good work! You know, many people are searching around for this information, you can help them greatly.

  27. I really appreciate this post. I have been looking all over for this! Thank goodness I found it on Bing. You have made my day! Thx again!

  28. I have been checking out a few of your posts and i can state pretty nice stuff. I will make sure to bookmark your blog.

  29. I believe this internet site holds some really good information for everyone :D. “Anybody who watches three games of football in a row should be declared brain dead.” by Erma Bombeck.

  30. Unquestionably believe that that you stated. Your favourite reason seemed to be at the web the simplest thing to be aware of. I say to you, I definitely get irked whilst other people consider worries that they plainly don’t recognize about. You managed to hit the nail upon the top and also defined out the entire thing with no need side-effects , other people can take a signal. Will likely be back to get more. Thanks!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: