"Não ande atrás de mim, talvez eu não saiba liderar. Não ande na minha frente, talvez eu não queira seguí-lo. Ande ao meu lado, para podermos caminhar juntos."

Promover a cidadania é de fato o caminho para resolver, pelo menos dentro dos limites aceitáveis, os problemas da desigualdade social brasileira. Não que estas questões possam ser consideradas aceitáveis, mas porque são muitos séculos e situações que provocaram essa realidade. Para entender a origem de tais disparidades no Brasil é necessário introduzir uma perspectiva mais ampla, abrangendo o passado histórico, sem desconsiderar as dimensões continentais do país. A família, as solidariedades intergeracionais e as políticas sociais debatem-se com este desafio, procurando encontrar as melhores soluções e as respostas mais adequadas à diversidade dos problemas inerentes.
Encontra-se no mundo um contraste alarmante, enquanto milhões de pessoas passam fome, uma minoria usufrui do progresso e da tecnologia que a sociedade oferece. 

A reclamação contra o caráter ineficiente do Estado é geral e os benefícios coletivos do Estado são pequenos e de pouca qualidade diante de tão ampla desigualdade social. Marx já fazia, na Comuna de Paris, as mesmas reclamações que se fazem hoje contra o Estado.
O Brasil, desde seu descobrimento, traz consigo esta deplorável marca da desigualdade social.
A herança das diferenças sociais, da escravidão, do
preconceito, do racismo, data do descobrimento e foi deixada pelos então proprietários de terras e governantes que trouxeram para a nova terra os marginalizados portugueses, os africanos que escravizaram e humilharam, os italianos e outros imigrantes que não eram vistos com bons olhos pelos senhores feudais. Daí a origem da desigualdade social brasileira que permanece e se expandiu de tal forma que chega a ser quase irremediável nos dias atuais.
O fator mais evidente: a escravidão, que é o paroxismo da exclusão.
Mesmo considerando-se os movimentos ascendentes na escala social – os imigrantes são um exemplo eloqüente disso -, a grande massa não teve condições de impor às elites uma distribuição menos desigual dos ganhos do trabalho. Nem logrou, eficazmente, exigir do Estado o cumprimento de seus objetivos básicos, entre os quais se inclui, na primeira linha, a educação. As seqüelas desse feito representam imenso obstáculo para uma repartição menos iníqua da riqueza e perduram até hoje.
Também, desde o início do processo de desenvolvimento brasileiro, encontra-se outro fator evidente: o crescimento econômico, que tem gerado condições extremas de desigualdades espaciais e sociais, manifestas entre regiões, estados, meio rural e o meio urbano, entre centro e periferia e entre as raças.
A disparidade econômica encontrada no país reflete-se em especial sobre a qualidade de vida da população: expectativa de vida, mortalidade infantil e analfabetismo, dentre outros aspectos.
As populações mais pobres não têm ascensão no mercado de trabalho. Com o processo de urbanização, a modernização do setor agrícola e a industrialização no espaço urbano grande parte da população rural migrou para as cidades à procura de empregos e melhores salários.
Com a industrialização e as modernas tecnologias, grande contingente populacional ficou sem acesso aos bens e serviços necessários à sobrevivência.
As mudanças do sistema produtivo contribuíram para a precarização e degradação do emprego e, consequentemente a fragilização do liame social.
Quanto ao sistema produtivo e a relação econômica, trata-se de duas faces de uma mesma condição que resulta no processo da exclusão que não se reduz a uma não-integração ao trabalho, pois é igualmente uma não inserção na sociabilidade familiar, uma dissociação do liame social, ou seja, uma desafiliação. 
a elevada concentração da riqueza mobiliária e imobiliária agravada pelo declínio dos salários reais e à persistência dos altos juros são fatores estruturais sócio-econômicos que contribuem para gerar a desigualdade de renda no Brasil. desigualdade
As desigualdades entre os ativos e aposentados são bem evidentes, ao contrário da França, onde esta distância foi reduzida ao longo dos últimos 30 anos, graças a mecanismos de redistribuição de renda e aos regimes de seguridade social.
O Brasil não é um país pobre, mas possui uma população pobre, devido à má distribuição de renda e riqueza, sendo que se pode considerar a desigualdade social como um dos principais determinantes da pobreza no Brasil.
Os negros ainda têm muita dificuldade de se promoverem, os índios foram quase dizimados e excluídos da sociedade, a mulher demorou em conquistar um lugar de mais destaque no sistema machista e patriarcal, sistema este que só agora está se modificando.
Também os nordestinos podem ser incluídos nesta categoria de excluídos. Eles que ajudaram a construir São Paulo não encontram um espaço para construir suas casas, restando-lhe as favelas ou o retorno para a miserável vida no Nordeste.
Questão também importante refere-se aos comportamentos diferenciados observados cotidianamente em relação aos idosos, que adquiriram lugar em meio aos marginalizados, pois a cultura da sociedade sobre o envelhecimento os vê apenas como um processo degenerativo do ser humano.
Entretanto, há quem pense que a experiência brasileira é rica em programas e projetos para atenuar as desigualdades regionais e sociais. Mesmo que a maioria delas não tenha obtido os resultados esperados, há exemplos de políticas sociais que estão tendo impacto favorável: o salário mínimo, a aposentadoria rural, a bolsa-escola, a renda mínima e a reforma agrária. No entanto, essas iniciativas não têm sido suficientes para resolver os problemas das desigualdades no Brasil.
Propõe-se instituir um design que respeite a vida e incorpore os desafios, a realidade e a necessidade de promover mudanças, pois não se pode continuar refém de toda situação desumana. Um fator que se apresenta como utópico, mas realizável e com urgência, é a melhor distribuição da riqueza, fundamental para sanar ou diminuir as grandes desigualdades brasileiras.

por Claudia Maria de Almeida Carvalho

Comentários em: "A desigualdade social" (26)

  1. If you might concept me along with any kind of suggestions on how you have made this blog website appear this excellent, I’d personally enjoy it.

  2. When you could concept myself along with any kind of suggestions about how you made this site site look this good, I’d have fun here.

  3. This particular post had been very nicely created, you’ll take pride in contains numerous useful facts. My partner and i enjoyed your own expert way with words this post. You get that easy will be able to comprehend.

  4. This particular post has been extremely properly written, you’ll take pride in includes numerous helpful information. My partner and i loved your professional way with words this kind of submit. You have made this a breeze will realize.

  5. Typically I wouldn’t post upon blogs, however would want to point out that this particular submit truly compelled me to accomplish this. Really nice post!

  6. Great post ! Many thanks for, posting in my web site guy! I am going to message an individual a long time. I didn’t realise in which.

  7. You actually make it seem really easy with your presentation but I find this topic to be really one thing

  8. Usually I do not post upon sites, on the other hand would like to point out that this submit really pressured me to do this. Really nice post!

  9. This can be a fantastic site. Good finished graphical user interface and incredibly informative articles. I am returning in a bit, was looking for great weblog.

  10. Usually I don’t submit upon blogs, however want to state that this particular submit truly compelled me personally to do this. Really nice publish!

  11. I just want to mention I’m very new to blogging and site-building and really savored your web blog. More than likely I’m going to bookmark your website . You amazingly have excellent writings. Thanks a bunch for sharing your web page.

  12. I simply want to tell you that I am newbie to weblog and actually enjoyed you’re website. Very likely I’m likely to bookmark your site . You amazingly come with good stories. Regards for sharing with us your web page.

  13. Its like you read my mind! You seem to know so much about this, like you wrote the book in it or something. I think that you can do with some pics to drive the message home a bit, but other than that, this is magnificent blog. A fantastic read. I will certainly be back.

  14. I keep listening to the news bulletin speak about receiving free online grant applications so I have been looking around for the top site to get one. Could you tell me please, where could i acquire some?

  15. Nice blog here! Also your web site loads up very fast! What web host are you using? Can I get your affiliate link to your host? I wish my web site loaded up as fast as yours lol

  16. Nice post. I be taught one thing more challenging on different blogs everyday. It will always be stimulating to learn content from other writers and apply a little bit something from their store. I’d choose to use some with the content material on my blog whether you don’t mind. Natually I’ll provide you with a link on your web blog. Thanks for sharing.

  17. Wonderful goods from you, man. I’ve understand your stuff previous to and you’re just extremely wonderful. I really like what you have acquired here, certainly like what you’re stating and the way in which you say it. You make it entertaining and you still care for to keep it smart. I cant wait to read far more from you. This is really a terrific website.

  18. My husband and i have been absolutely ecstatic that Edward managed to conclude his studies through your precious recommendations he received from your weblog. It is now and again perplexing to just happen to get giving away procedures that other folks may have been trying to sell. We truly do know we now have the blog site owner to give many thanks to because of that. The specific illustrations you have made, the easy blog page menu, the relationships you help promote its got most spectacular, and its actually leading our son in addition to the family recognize that the matter is helpful, and thats incredibly vital. Many thanks for all!

  19. I simply wanted to make a quick word to say thanks to you for some of the superb tips and tricks you are giving out on this site. My long internet research has at the end of the day been paid with beneficial details to share with my friends. I ‘d state that that we readers are quite blessed to dwell in a superb community with very many brilliant individuals with very helpful ideas. I feel really happy to have used your website and look forward to so many more fabulous moments reading here. Thanks a lot again for all the details.

  20. You really make it seem so easy with your presentation but I find this topic to be really something that I think I would never understand. It seems too complex and very broad for me. I am looking forward for your next post, I’ll try to get the hang of it!

  21. Excellent beat ! I would like to apprentice while you amend your website, how can i subscribe for a blog web site? The account helped me a acceptable deal. I had been a little bit acquainted of this your broadcast offered bright clear concept

  22. Great my eyes luvs ya for these words

  23. Terrific work! That is the type of information that are supposed to be shared across the net. Disgrace on Google for now not positioning this publish higher! Come on over and discuss with my web site . Thank you =)

  24. You are a very smart individual!

  25. Woh I love your blog posts, saved to favorites ! .

  26. You made some respectable factors there. I looked on the internet for the problem and found most people will go together with together with your website.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: